O objetivo desta disciplina é introduzir o aluno no universo da arquitetura, instigando a curiosidade para o que Dondis chama de analfabetismo visual (1).
De forma lúdica e empírica, através de exercícios simples de percepção e composição, pretende-se apresentar aos alunos conceitos fundamentais a todos que pretendem ingressar nessa profissão.

Assim, de forma orgânica, os alunos serão convidados a conhecer e perceber o espaço construído, entendendo-o como um invólucro tridimensional onde o
homem exerce as mais diversas atividades. Através da aplicação dos conceitos introduzidos logo no inicio do período, começamos a apresentar aos alunos as possíveis sensações que a
arquitetura pode despertar no ser humano.

Se valendo de poucos instrumentos e tendo como referência métrica o próprio corpo, o exercício, que se encadeia
ao longo de todo o semestre, culmina na elaboração de uma maquete em escala reduzida de um objeto arquitetônico.

Posteriormente, os alunos
representam no plano bidimensional (através de desenhos em escala) a arquitetura criada, estimulando um sentido extremamente caro aos arquitetos, que é a capacidade de visualização
tridimensional.

1. DONDIS, Donis A.. Sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes: 1997.

 

Quem é o profissional?

Informações gerais:
Início das aulas: 14 de março
Fim das aulas: 13 de junho
Evento de Encerramento: 20 de junho
Vagas: 40
Dia: Quartas-feiras
Horário:16h às 18h
Sala: L658
Profª: Dely Bentes